Violência doméstica está entre as ocorrências que aumentaram nos últimos dias, diz delegado-chefe de Cornélio

Crimes patrimoniais, entre eles, furtos de fios, e violência doméstica, estão entre as ocorrências que aumentaram nos últimos dias, em Cornélio Procópio. A informação é do delegado-chefe da 11º SDP, João Manoel Garcia.

Em relação à violência, o delegado disse que as mulheres estão buscando mais os órgãos de segurança pública e, por isso, as denúncias passaram a surgir com maior frequência.

“Nos casos de agressão, independente da vontade da vítima, a polícia age rapidamente para proteger a integridade física dela”, acrescentou.

O delegado João Manoel destacou que a “Agressão”, envolvendo gêneros, é um tema considerado muito mais profundo do que a legislação visa proteger.

A violência doméstica contra a mulher não se refere apenas à agressão física, mas, também psicológica e sexual.

“Neste último caso, a solução indicada é o respeito entre o casal. Entendo que a legislação atual não é protetiva da mulher, mas, busca amparar uma situação que existe na sociedade, como o  machismo e a discriminação de gêneros (força física dos homens) que passou a ser incluída em lei por inciaitva da própria  mulher”, comentou.

João Manoel lembrou que a legislação de hoje consegue impedir que a mulher sofra, como ocorria há muitos anos atrás.

Outro detalhe destacado pelo delegado é que a reincidência no caso da medida protetiva, culmina sempre com a prisão do agressor.

“E, nós, estamos sempre pedindo que todas as ocorrências de violência sejam denunciadas, porque a polícia está em alerta para todos os crimes e trabalha rapidamente para defender as vítimas”, completou. (Texto: Rádio Web CP).

Deixe uma resposta