Presos servidores envolvidos em suposto desvio de dinheiro da prefeitura de Bandeirantes

Uma operação do Ministério Público do Paraná (MP-PR) culminou com a prisão nesta terça-feira, 27, de quatro servidores envolvidos em suposto desvio de R$ 900 mil da Prefeitura de Bandeirantes, 36 km de Cornélio Procópio.

As prisões são resultado de investigação do Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria).

Além dos mandados de prisão,foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas residências dos referidos funcionários e na prefeitura.

Eles são suspeitos de integrar uma organização criminosa que desviava valores do município para suas próprias contas bancárias.

A operação foi denominada de Operação Alecto e teve a participação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Londrina, das Polícias Militares de Jacarezinho e Cornélio Procópio e das promotorias de Cornélio Procópio, Wenceslau Braz, Andirá e Congonhinhas.

Por enquanto, a prefeitura de Bandeirantes não se manifestou sobre a operação. (Texto: Rádio Web CP com informações do G1 PR).

Deixe uma resposta