Polícia de Cornélio tem 30 dias para concluir inquéritos que apuram mortes de advogado e do suspeito do crime

A Polícia de Cornélio Procópio continua investigando o homicídio do advogado Emilson de Oliveira ocorrido (quinta-feira, 30/04) em seu escritório e a morte do suspeito do crime no dia seguinte (sexta-feira, 01-05) em uma residência.

Segundo informações do delegado adjunto da 11ª SDP, Luciano Purcino, foram apurados indícios de que o jovem estudante de 22 anos seria o autor da morte do advogado e que teria cometido suicídio horas depois.

“Outros indícios são ligações via celular do rapaz para o escritório do advogado e marcas de sangue encontradas em uma butina que estava no quarto dele. Tudo isso leva a uma linha de investigação que está na fase inicial”, acrescentou e disse mais:

“Estamos agora na dependência de exames da criminalística, testemunhos e novas averiguações, para concluir os dois inquéritos num prazo estipulado de 30 dias”. (Texto: Rádio Web CP com reportagem de Reginaldo Tinti/via youtube).

Deixe uma resposta