Podas de árvores em Cornélio não são consideradas drásticas, afirma Semagri

O Chefe de Divisão de Fiscalização de áreas verdes e Posturas Ambientais da Semagri (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura), de Cornélio Procópio, Oscar Balarin, disse que, apesar de parecer, as podas de árvores de grande porte, que estão sendo realizadas no município, não são consideradas drásticas.

Para ele, elas são feitas mediante o tipo de arborização. “Muitas delas, existentes na cidade, já estão obsoletas pela idade e, hoje, a tendência é que não se utilize mais estas espécies”, comentou.

Balarin destacou que as pessoas, geralmente idosas, sentem medo destas grandes árvores em períodos de chuva e vento. “É fácil criticar sem saber, mas muitos ficam apavorados. Por isso, periodicamente, temos que fazer esse trabalho”, acrescentou.

Ele citou como exemplo a Avenida Paraná. Lá, foi realizada poda drástica, as pessoas reclamaram, e, em dois anos, as árvores dobraram de tamanho.

“Este tipo de poda nós realizamos apenas naquelas que respondem a este processo. No caso das árvores condenadas, elas são retiradas. Tudo está sendo muito bem cuidado de acordo com a legislação em vigor”, completou.

Por fim, Oscar Balarin fez questão de elogiar a decisão audaciosa do prefeito Amin Hannouche de realizar a troca de lâmpadas do sistema de Iluminação pública, de incandescentes ou mercúrio por LED, porque este novo tipo ilumina mais e traz economia para os cofres públicos. (Texto: Rádio Web CP).

Deixe uma resposta