Nova delegacia da Polícia Civil em Assaí não terá custódia de presos

Redação: Rádio Web CP

A delegacia da Polícia Civil do Paraná (PCPR) situada em Assaí, no Norte Pioneiro, está funcionando em um novo endereço. A nova unidade conta com uma melhor estrutura de atendimento, além de proporcionar condições de trabalho mais humanizadas aos policiais, já que é uma unidade sem presos custodiados. O antigo endereço, a sede da Cadeia Pública de Assaí, ficou só para custódia de presos.

Os serviços de polícia judiciária agora são prestados à população na Avenida Souza Naves, 484, no centro de Assaí. O local em que funcionava a antiga delegacia, na Avenida Paul Harris, 170, no bairro Copasa, agora é inteiramente do Departamento Penitenciário (Depen), que assume a gestão plena da carceragem presente no imóvel.

REFORMA – Antes de deixar o antigo imóvel, que agora pertence ao Depen, a PCPR realizou todos os reparos necessários para que o prédio fosse entregue em ótimas condições.

As obras tiveram o apoio do Governo do Paraná e um custo de mais de R$ 105 mil. Foram feitas reformas na estrutura cartorária, como troca de pisos, banheiros, acabamentos, pinturas internas e externas, substituição das instalações elétricas, holofotes.

Antes disso, outros reparos já haviam sido feitos através de projetos da Polícia Civil do Paraná junto ao Conselho da Comunidade de Assaí. Entre eles, a instalação de um sistema de monitoramento com 16 câmeras de segurança de alta resolução, as quais foram doadas pelo Conselho de Segurança da cidade.

ENDEREÇO ANTIGO – Segundo o Departamento Penitenciário, para melhor cumprimento da Lei de Execuções Penais, a Cadeia Pública de Assaí tornou-se uma unidade de regime semiaberto de seguro. Foram retirados os presos comuns, os quais foram transferidos para outros presídios da região. Além disso, após o período de isolamento, está prevista a instalação de salas de aula, para que possam ser abertas mais vagas no setor de educação e profissionalização.

Conteúdo: Agência Estadual de Notícias (AEN).

Deixe uma resposta