MP nega investigação de supostos comerciantes infectados por covid 19 em Cornélio

O promotor Erinton Dalmaso da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Cornélio Procópio negou nesta quarta-feira, 24, que haja investigação oficial sobre denúncias envolvendo comerciantes da cidade, que estariam trabalhando infectados pela covid 19.

Segundo ele, as denúncias recebidas são oriundas de e-mails e rede social, ou seja, são anônimas e, consequentemente, não constituem provas. “E, sem provas, a justiça não pode instaurar nenhum tipo de processo ou investigação”, acrescentou.

Com isso, a posição do Ministério Público só confirma que a conhecida polêmica das “fake news do comércio”, não passou de mais um caso de “fake news” no município. (Texto: Rádio Web CP).

Deixe uma resposta