Ministério Público do Paraná denuncia dois em-presários de Cornélio Procópio que teriam cometido fraude em licitação para poda de árvores

O Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça da comarca, ofereceu denúncia criminal contra dois empresários em Cornélio Procópio. Conforme apurou o MPPR, a empresa dos quais eles são proprietários teria vencido fraudulentamente uma licitação municipal para locação de guindauto com cesto aéreo para poda de árvores.

A denúncia relata que a contratação foi feita em 7 de maio de 2020 – entretanto, antes mesmo da abertura do procedimento licitatório, a empresa já estava realizando serviços para o Município, o que foi inclusive publicado em redes sociais, com fotos do maquinário utilizado na poda de árvores em uma via da cidade.

O fato de não haver contrato anterior entre a empresa e o Município de Cornélio Procópio indicaria, no entender do MPPR, que o processo de licitação foi deflagrado apenas para formalizar e dar aparência lícita aos serviços que já eram prestados irregularmente.

Um dos empresários foi também denunciado por uso de documento falso, pois, no decorrer das investigações, teria apresentado um contrato falso para alegar que o serviço divulgado nas redes sociais havia sido realizado como terceirização para outra empresa que, esta sim, teria então contrato com o Município – fato que, no entanto, as apurações indicaram ser inverídico.

O Ministério Público apurava também o possível envolvimento de um servidor público na fraude à licitação – entretanto, ele faleceu no decorrer das investigações. (Rãdio Web CP com conteúdo da assessoria de comunicação do MPPR).

Deixe uma resposta