Jovem que mora em Foz desaparece após se recuperar de cirurgia na casa de namorado no Paraguai

A Polícia Civil de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, abriu um inquérito para investigar o desaparecimento da jovem Aline Pereira da Silva, de 23 anos.

Aline é de Marau, no Rio Grande do Sul, e trabalha como vendedora de suplementos em uma farmácia no Paraguai, próximo à fronteira com o Brasil.

Ao G1, a estudante Joyce Caroline da Silva contou que é a melhor amiga de Aline e que as duas moram juntas em Foz há cerca de um ano. “Eu passei em medicina em uma faculdade na cidade e ela decidiu vir comigo por conta da nossa amizade”, explicou Joyce.

Segundo Joyce, Aline tinha um relacionamento com o dono da farmácia e, como as duas costumavam se encontrar todos os dias, ela estranhou o desaparecimento.

Segundo ela, o sumiço ocorreu após o dia 13 de julho, quando a amiga estava na casa do namorado para se recuperar de um acidente de moto e de uma cirurgia de implante de silicone.

Após perceber o sumiço de Aline, Joyce registrou Boletim de Ocorrência (B.O.) relatando o caso em Foz e no Paraguai. Familiares também registraram B.O. na cidade gaúcha.

“A mãe da Aline está na minha casa e todos nós estamos desesperados para saber o que aconteceu. Ela não é de sumir, ela não é de ficar sem o celular. Tá tudo muito esquisito”, argumentou a estudante.

Joyce disse ainda que o namorado de Aline tem cerca de 35 anos. Segundo a Polícia Civil, o paradeiro dele não é conhecido.

A investigação está sendo realizada em parceria com a polícia paraguaia.

Até a publicação da reportagem, o nome de Aline ainda não constava no cadastro de desaparecidos da Polícia Civil do Paraná.

Conforme o 6º Distrito Policial de Foz do Iguaçu, isso deve ser feito em breve. (Rádio Web CP com texto informações G1 PR*Colaborou: RBS TV Passo Fundo).

 

Deixe uma resposta