Cornélio atinge 104º óbito por Covid-19; Quatro mortes em 24 horas

Cornélio Procópio viveu nesta quarta-feira (28) um dos piores momentos da pandemia. Pela manhã, em apenas 2 horas, duas pessoas morreram devido à Covid-19 no município, uma terceira no dia anterior  e, no final da tarde, o quarto óbito foi confirmado, no período de 24 horas, na página da Secretaria Municipal da Saúde no facebook. Enquanto isso, a lotação de leitos de UTI segue em praticamente 100%. 

É o maior índice de baixas em um período tão curto desde o início da pandemia no município. Com isso, o total de mortes pela doença alcança 104  e traz outra preocupação: a constatação de uma nova cepa viral, descrita pela vice-prefeita e secretária municipal de Saúde, Angélica Olchaneski, como muito mais agressiva.

“Hoje, já temos a certeza que essa variante, denominada de P.1, já está circulante. Assim, é preciso que as pessoas fiquem alerta porque se trata de uma variante mais contagiante e muito agressiva. Pelo que temos informação, ataca geralmente as pessoas mais novas e de forma muito rápida”, descreveu a secretária.

Cura demorada

A maior preocupação, segundo ela, é que muitos jovens seguem se aglomerando e até dispensando o uso da máscara que é o principal dispositivo para evitar a contaminação. Outra constatação apontada é de que as pessoas contaminadas estão levando mais tempo para se curar, o que compromete ainda mais a disponibilidade de vagas em UTIs.

“Estatisticamente falando, em torno de 75 a 80% das pessoas que são entubadas, geralmente vão a óbito. Isto é preocupante porque o sistema, diante dessa nova constatação, pode recarregar novamente”, analisou Angélica.

Disse também que as pessoas estão adoecendo e necessitando do auxílio médico-hospitalar com maior intensidade. As vagas que têm surgido são justamente de leitos em que os pacientes morreram. Atualmente, os casos confirmados com a doença no município somam 4.223 com 155 casos ativos. (Rádio Web CP/Comunicação/Prefeitura).

Deixe uma resposta