Barbárie: Mulher é presa suspeita de matar filha com deficiência em Curitiba

Policiais cumpriram mandado de prisão e busca e apreensão em Curitiba — Foto: Polícia Civil

Uma mulher foi presa suspeita de ter matado a própria filha, que tinha deficiência intelectual, em Curitiba, segundo a Polícia Civil. Um mandado de prisão e outro de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta quinta-feira (19).

De acordo com a polícia, o caso aconteceu no dia 5 de maio, no bairro Cajuru. A polícia disse que o corpo de Maria Salete de Oliveira Braz tinha queimaduras e foi encontrado em um local sujo.

À polícia, a mãe da vítima disse que a filha morreu porque caiu de uma escada. Apesar disso, a equipe encontrou sangue na parte superior da casa.

Além disso, conforme a polícia, a filha foi vítima de maus-tratos, tortura, cárcere privado e agressões, que causaram a morte dela.

As investigações apontam que a mulher é mãe de mais duas pessoas com deficiência. Os dois filhos foram encaminhados para a delegacia, para fazer exame de corpo de delito.

O caso é investigado. (Rádio Web CP com conteúdo de Marcela Carvalho, RPC Curitiba).

Deixe uma resposta