Autismo reúne mais de 280 pessoas no Centro Cultural em Cornélio Procópio

Um público calculado em aproximadamente 280 pessoas participou, sexta-feira (20), em Cornélio Procópio, de uma palestra sobre autismo, promovida pela Associação dos Municípios do Norte do Paraná (Amunop).  Realizada no auditório do Centro Cultural Galdino de Almeida, teve como tema “Autismo: conhecer para incluir” e reuniu, em sua maioria, professores e outros profissionais das áreas de educação, saúde e assistência social

Primeiro neste formato realizado no município, o encontro teve como objetivo preparar esses profissionais para atuarem na inclusão educacional de alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Foi apresentado pelo psicólogo e especialista em transtornos psicológicos na infância e adolescência, José Raimundo Facion, que abordou os principais aspectos desse distúrbio que afeta a comunicação e capacidade de aprendizado e adaptação da criança.

Com mais de 45 anos atuando na área e com experiência em diversos países, afirmou que o Brasil está muito à frente na experiência de inclusão escolar de crianças com TEA. “Quando entramos para os programas de inclusão escolar e de pessoas em diversas atividades, temos que ter um processo de inclusão mais sedimentada dentro das nossas escolas públicas.  É preciso que, primeiramente, conheçamos o que é o autismo”, disse na abertura de sua palestra.

Entre os temas apresentados, estacou a importância da escola em manter um profissional capacitado para acompanhar e orientar o estudante com o transtorno. “A nossa lei obriga que em cada sala de inclusão tenha um acompanhante pedagógico. Mas, nem sempre esse profissional é instruído e orientado. Então, as nossas falhas hoje estão justamente na forma de procedimento e na orientação e supervisão das pessoas nas escolas que lidam com crianças autistas”, disse em um trecho de sua palestra.

A abertura foi feita pelo presidente da Amunop e  prefeito do município, Amin Hannouche. Também contou com a presença da vice-prefeita Angélica Olchaneski, da secretária municipal de Educação, Elaine Firmino, do secretário municipal de Educação de Uraí, Rogério Maria Gonçalves, e do prefeito de Santa Mariana, José Marcelo Piovan Magalhães (Bolinha), que fizeram sua saudação durante a abertura. (Rádio Web CP/Comunicação/Prefeitura).

Deixe uma resposta