Amin endurece medidas contra COVID-19 em Cornélio

Devido ao aumento considerável de casos positivos de Coronavírus no município de Cornélio Procópio, o Prefeito Amin José Hannouche e a vice-prefeita e secretária de saúde Angélica Olchaneski, endureceram as medidas preventivas contra a COVID-19.

Em concordância entre a Secretaria de Saúde, Associação Comercial e Empresarial de Cornélio Procópio (ACECP) e Ministério Público, ficou definido o funcionamento do comércio das 8h às 18h. Os supermercados ficaram autorizados a atender das 7h às 20h. Aos sábados todo comércio de rua poderá funcionar das 8h às 13h e os mercados das 7h às 22h. Domingos e feriados todos os comércios deverão permanecer fechados, exceto a modalidade delivery. A normativa terá validade de quinze dias.

Restaurantes e sorveterias funcionarão até as 22h. Já os bares, praças de alimentação e tabacarias (headshop) irão funcionar de maneira diferenciada, estando proibido o consumo de bebidas alcólicas no local. O horário de atendimento deste segmento será das 8h às 19h de segunda-feira a sábado.

Ficaram proibidas ainda a realização de festas, aniversários, atividades em clubes recreativos, utilização de pistas de caminhadas e quadras esportivas, festas em chácaras e sítios, confraternizações e etc. Os encontros familiares deverão respeitar o limite de 15 pessoas. As academias atenderão ao público das 6h às 21h e aos sábados das 8h as 17h.

“Precisamos endurecer as medidas de prevenção contra essa pandemia, pois estamos todos assustados com o alto número de casos positivados”, revelou o prefeito Amin. Na última semana foram divulgados 350 casos ativos na cidade. O decreto passa a vigorar a partir do dia 25 de fevereiro. Entregas através da modalidade delivery continuam autorizadas até as 24h. Igrejas serão orientadas a realizarem seus encontros de maneira virtual, exclusivamente.

Para quem não cumprir as novas normativas determinadas pelo decreto terá que arcar com as penalidades, podendo ser multado em até R$ 5mil. Além do valor da multa, o descumpridor da lei poderá sofrer sanção judicial. Reincidentes pagarão até R$ 10 mil e, em terceiro descumprimento, alvará de funcionamento poderá ser caçado.

Na quarta-feira (24) a Secretaria de Saúde do Município registrava 350 casos ativos de COVID-19, sendo 152 confirmados apenas nesta semana. Já os óbitos registrados chegaram a 48. De acordo com a secretária de saúde, pela quantidade de exames coletados que aguardam resultado, o número de infectados deve chegar a 400 nos próximos dias.

“A tomada de algumas medidas mais duras vem de encontro com o clamor da nossa população que, assim como nós, está muito preocupada com o aumento significativo de casos de contaminados pelo coronavírus em nosso município” argumentou Angélica. Ainda em sua declaração, ela enfatizou o aumento da equipe de fiscalização durante os próximos dias que vigorará o decreto.

Na área da educação, todas as escolas funcionarão, obrigatoriamente, somente na modalidade virtual, sendo elas municipais, estaduais e particulares. (Rádio Web CP com conteúdo da Comunicação / Prefeitura).

Deixe uma resposta