Acusado de matar diretor da Uenp em Cornélio pede julgamento após período de pandemia

O ex-professor Laurindo Panucchi Filho, acusado de matar diretor da Uenp, pediu ao juiz criminal de Cornélio Procópio, através de carta, que o seu julgamento seja marcado após o período de pandemia.

Ele está preso desde dezembro de 2018 como réu no processo por homicídio triplamente qualificado.

Laurindo teria usado meio cruel, dificultado a defesa da vítima e cometido o crime por motivo fútil, de acordo com a denúncia.

Como a justiça determinou que ele vá a júri popular, o réu acaba de fazer o pedido por escrito para que a sessão ocorra depois deste momento epidêmico.

Na carta, ele diz que não vê impecilho nisso, pois prefere ser julgado com a presença de testemunhas e jurados na sala. (Texto: Rádio Web CP com informações da RPC Londrina).

Deixe uma resposta