Réu confesso da morte do diretor da Uenp de Cornélio irá a Júri Popular

Sérgio Roberto Ferreira, diretor agredido e morto em campus — Foto: Reprodução

O ex-professor Laurindo Panucci Filho, réu confesso da morte do diretor da Uenp de Cornélio Procópio, Sérgio Roberto Ferreira, irá a Júri Popular. A decisão acaba de ser determinada pela Justiça.

Ele está preso na Penitenciária Estadual de Londrina (PEL) para onde foi transferido na quarta-feira, 03.

O acusado está em uma ala separada dos presos comuns e tem direito à chamada prisão especial por ter curso superior.

Laurindo responde por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil após discordar de uma advertência da universidade, por meio cruel no uso de machadinha e por ter usado de dissimulação.

O crime ocorreu no dia 20 de dezembro de 2018. (Texto: Rádio Web CP com informações da RPC Londrina e G1 PR).

Deixe uma resposta