Eleitor de Cornélio vota com arma na mão em Cornélio

O jovem eleitor Maikon Santana Aníbal de Cornélio Procópio está sendo investigado por quebra de sigilo de voto pela Polícia Federal após ter votado em uma das urnas nas eleições do último domingo, 07, usando uma arma.

Nesta quarta-feira (10), ele teve o celular e arma – que é de brinquedo – apreendidos.

Aníbal também prestou depoimento na Delegacia da PF em Londrina, no norte do Paraná, e foi liberado em seguida.

Ao falar à imprensa, o eleitor contou que foi uma brincadeira. “Foi um minuto de bobeira e sei que isso pode me prejudicar a vida inteira”, comentou. (Texto: Rádio Web CP com informações da RPC Londrina e G1 PR).

Deixe uma resposta