Tribunal condena professor acusado de matar diretor da Uenp em Cornélio

O professor Laurindo Panucci Filho foi condenado a 21 anos e 04 meses de reclusão em regime fechado, pelo Tribunal do Júri de Cornélio Procópio, que se reuniu na sede do fórum local desde a manhã de quinta-feira, 11.

A sentença só foi anunciada à noite, após as manifestações da defesa e promotoria. O réu foi acusado de matar o diretor do campus da Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp), em 2018.

Ele foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio triplamente qualificado (uso de meio cruel, motivo fútil e meio que dificultou a defesa da vítima).

Relembre o caso – O crime aconteceu na noite de 20 de dezembro daquele ano, após o réu, também professor da instituição e apontado como autor do crime, combinar por telefone um encontro com o diretor. A vítima foi morta em seu gabinete, a golpes de machado.

De acordo com a denúncia, oferecida pela 2ª Promotoria de Justiça de Cornélio Procópio, e que também atuou no Júri, a motivação teria sido uma advertência da direção da universidade, recebida pelo professor, que foi preso em flagrante na cidade de Teodoro Sampaio, no interior paulista. (Texto: Rádio Web CP com informações do MPPR).

Deixe uma resposta