Nove dias após liberação das máscaras ao ar livre, números da pandemia seguem em queda no PR

Nove dias após liberação das máscaras em ambientes externos, números da pandemia seguem em queda – Foto: Gilson Abreu/AEN

Nove dias após a liberação do uso de máscaras em ambientes externos no Paraná, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) analisou os números da pandemia para avaliar se o decreto governamental e a resolução da pasta interferiram na curva de contaminados. Neste sábado (26), o Estado completa dez dias sem a obrigatoriedade do uso ao ar livre ou para crianças menores de 12 anos.

Os números de casos, óbitos e internações pela Covid-19 já apresentavam queda significativa quando a medida foi tomada e, agora, mais de uma semana após a liberação, a redução é ainda maior.

A taxa de reprodução eficaz, ou Rt, número médio de contágios causados por cada pessoa infectada, indica a velocidade de contaminação da Covid-19 em cada localidade. Atualmente o Paraná está com 0,92, o que significa que 100 pessoas contaminadas pelo vírus Sars-CoV-2 transmitem, em média, para 92 novas pessoas. Os números são diferentes dos registros de 13 de janeiro, no pico da Ômicron, quando o Paraná atingiu o maior RT desde o início da pandemia, com 1,92.

O Paraná é um dos sete estados com índice abaixo de 1 no Brasil. O número é o menor registro desde 3 de janeiro deste ano. Os dados são do sistema Loft.Science. Segundo a plataforma, “um Rt de 3 – 4 infectará virtualmente toda a população, enquanto um Rt de 1,5 pode ainda alcançar 60% da população. Somente se o Rt for menor do que 1, a epidemia irá diminuir de tamanho até ser eliminada”.

CASOS E ÓBITOS – Com relação aos casos, entre 17 e 25 de março foram registradas 8.616 confirmações da doença e 45 mortes. A média diária de casos neste período é de 957 diagnósticos positivos e cinco óbitos. Considerando os dados de 8 a 16 de março (antes da flexibilização) – 16.899 testes positivaram e 127 óbitos foram confirmados – os números caíram pela metade, 50% com relação aos casos e 64% no número de óbitos.

Somente neste mês, os boletins da Saúde divulgaram 47.025 casos e 334 óbitos. O número de casos é 84% menor do que os registros de fevereiro e 89% inferior na comparação com janeiro. Já com relação aos óbitos, a redução é 71% menor que fevereiro e 41% de janeiro.

Ainda segundo o levantamento, 284 municípios não registraram mortes em decorrência da doença este mês. Destes, 103 não possuem óbitos desde o ano passado. O Paraná está há oito semanas consecutivas com redução de casos e seis consecutivos com óbitos em queda. (Rádio Web CP com conteúdo da AEN- Agência Estadual de Notícias).

Deixe uma resposta