Em Cornélio Procópio, velha seringueira do Cemitério recebe amplo processo de poda

Fim da velha seringueira do cemitério? Nem tanto, mas uma poda que vai reduzi-la a apenas quatro ou cinco metros. Através da Autarquia Municipal de Serviço e Produção (Amusep), a árvore praticamente centenária, localizada em na parte lateral esquerda do cemitério, recebe um amplo processo de poda com seus longos e pesados galhos vindo abaixo.

Com aproximadamente 40 metros de altura, a poda da seringueira (Ficus Elástica Roxb) está incluída entre os trabalhos que estão sendo executados no local pela empresa System Seg, de Curitiba, vencedora do processo licitatório. Além do corte dos galhos, estão sob sua responsabilidade o processamento dos resíduos, bem como a limpeza do local, transporte e descarte em área de correta destinação.

Apesar de muito admirada pelas pessoas que visitam o local pelo seu porte exuberante, a ação preventiva é necessária em razão dos riscos apresentados por possíveis quedas de galhos sobre os túmulos construídos embaixo deles. “Pelos perigos que representa, é uma árvore que nem deveria estar ali. Agora, com esse trabalho, nosso próprio pessoal poderá fazer a sua manutenção”, avalia Sebastião Luquini (Peixeiro), responsável pela administração do cemitério.

O trabalho de poda vem sendo feito com cuidado para evitar danos aos túmulos. Começou pouco antes das festividades de fim de ano, foi paralisado pelo recesso da época e só retornou na semana passada. De acordo com funcionários da empresa que trabalham no local, se não houver mais chuvas nos próximos dias, o trabalho deverá estar pronto em mais duas semanas. (Rádio Web CP/Comunicação/Prefeitura).

Deixe uma resposta