Casos da covid 19 continuam a subir e número de infectados já chega a 1024 em Cornélio

Os casos de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus em Cornélio Procópio continuam a subir. O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde divulgado nesta terça-feira (08), mostra a gravidade da doença ao indicar 34 novos casos de Covid-19 confirmados no município em apenas 24 horas, fazendo o número de infectados saltar de 990 para 1024, entre um boletim e outro.

Mas o cenário mostra outro registro preocupante: a falta de vagas nos hospitais credenciados. No município, o Hospital Casa de Saúde Dr. João Lima já não dispõe mais de leitos de UTI destinados a pacientes com a doença, como também, em outras unidades da região que integram a rede de referência no atendimento à Covid-19.

A confirmação foi feita pela enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde, Alessandra Mariucci, uma das coordenadoras das ações para a contenção da pandemia no município. Segundo ela, a taxa de ocupação dos hospitais da rede SUS já atingiu 100%, inclusive nas unidades de Santo Antônio da Platina e de Londrina que recebem pacientes da região.

“A situação segue muito complexa e ontem mesmo (07) um paciente teve que ser internado em um hospital de Ivaiporã (230 km de Cornélio Procópio) porque não tínhamos vagas nem mesmo em Londrina. O nosso papel tem sido o de conscientizar as pessoas do município e da região sobre os cuidados que devemos ter para evitar uma propagação ainda maior”, explicou a enfermeira ao participar de programas de rádio da cidade na manhã de terça-feira.

𝘋𝘦𝘴𝘤𝘢𝘴𝘰

Alessandra disse também que muitas pessoas estão deixando de seguir as orientações e os cuidados passados pelas autoridades sanitárias para evitar um desdobramento ainda maior da doença. “A impressão que fica é de que perderam o medo e não estão se cuidando como devem, sem usar máscaras e sem seguir o distanciamento recomendado. Nosso pessoal, que trabalha para defender vidas, tem sido até maltratado por exigir o cumprimento dessas recomendações”, lamentou a enfermeira.

Além dos 34 novos casos de pessoas que testaram positivo no período, o boletim, divulgado por volta das 13h, também indicava que naquele momento 7 pessoas seguiam internadas no hospital de referência, uma delas na UTI. Das pessoas acometidas pelo vírus no município, existem 171 casos ativos, 164 em tratamento domiciliar, com 110 assintomáticos; 790 pessoas seguem em monitoramento. Os óbitos causados pela doença somam 25 casos. (Rádio Web CP com texto de Ataíde Cuqui e Foto (RC FM).

Deixe uma resposta