Suspeito de matar enteada de 9 anos tem prisão preventiva decretada em Londrina

O padrasto acusado de estuprar e matar a enteada de 9 anos em Londrina teve nesta segunda-feira, 22, sua prisão em flagrante transformada em preventiva pela Justiça.

O corpo da menina Sara Manuela Silva foi encontrado domingo, 21, em um fundo de vale, próximo ao Jardim Abussaf 2.

Havia marcas no pescoço e indícios de violência sexual, segundo a PM. Sandro Machado foi preso no momento em que populares tentavam agredí-lo.

Em depoimento, o suspeito disse que que ofereceu R$ 5,00 para ela não contar nada para a mãe sobre o estupro. Porém, diante da recusa da menina, ele decidiu esganá-la.

Também no seu depoimento, o autor do crime revelou estar arrependido dos crimes. (Texto: Rádio Web CP com informações da RPC Londrina).  

Deixe uma resposta