Secretaria Municipal de Saúde de Cornélio promove informatização na Casa da Gestante

Desde o início do mêsde abril, a Casa da Gestante de Cornélio Procópio está trabalhando totalmente de forma online, priorizando os atendimentos para pessoas portadoras de deficiência, idosos, gestantes e lactantes.

As pessoas acompanhadas por crianças de colo terão atendimento prioritário com o cumprimento da Lei Federal nº 10.048.

Com o novo sistema eletrônico, os exames são encaminhados rapidamente e os pedidos de remédios enviados diretamente para a farmácia, simplificando os procedimentos.

Os prontuários também são arquivados em um só local, ficando à disposição da Secretaria de Saúde.

Devido à iniciativa, todos os dados de atendimento do paciente, como prescrição de medicamentos, exames e consultas ficarão registrados, podendo ser consultados a qualquer momento, facilitando assim o acesso de dados para o controle interno do município.

Além disto, um profissional ficará responsável pela emissão destas informações, para que sejam acessadas nacionalmente nos locais que possuem o Sistema Único de Saúde (SUS).

O gestor responsável pelo sistema, Luis Felipe Vicentini esclarece as razões da  necessidade do uso da tecnologia para a saúde.

“Com a plataforma digital, já foram realizados 1.963 atendimentos e esta informatização ocorreu para reduzir os erros, melhorar a fiscalização, obter a projeção correta dos dados e agilizar a expedição dos relatórios, tornando todo o trabalho mais eficaz”.

O sistema também exibe a classificação de risco de cada paciente, como vermelho para casos de emergência, laranja para casos muito urgentes, amarelo para casos com urgência, verde para casos com pouca urgência e azul para casos não urgentes.

Um telão eletrônico de atendimentos também foi colocadono local, onde os pacientes são chamados pelo nome e são exibidas publicações institucionais, fazendo com que a sala de espera seja mais acolhedora.

A Secretária Municipal de Saúde, Angélica Olchaneski de Mello, destaca a importância desta implantação.

“A informatização na Casa da Gestante vai facilitar a visualização dos dados, porque necessitamos saber desta relação e, o objetivo, é que todo mês uma Unidade Básica de Saúde (UBS) seja informatizada” complementou a Secretária. (Comunicação/Prefeitura).

Deixe uma resposta