Mulher se revolta ao ver ex-PM que matou pai e filha dela em SP: ‘Maldito assassino!’

A ex-namorada do ex-policial Kleber dos Santos Alves de 34 anos, preso após atirar e matar José Xavier de Oliveira, de 53 anos, e a menina Pietra, de cinco, na porta de casa em Itaquera, Zona Leste de São Paulo, se revoltou ao ver o ex-namorado passar no corredor da delegacia. “Maldito assassino!”, gritou a mulher.

Kleber foi preso com um revólver calibre 38 com a numeração raspada e com uma touca ninja. O boletim de ocorrência registra que Kleber confessou o crime. O crime ocorreu na rua Sananduva, no bairro Jardim Maringá, na região de Itaquera, por volta das 22h desta sexta-feira (31).

Segundo a polícia, o homem disse que sabia que a mulher esperava as duas filhas na porta de casa. Mas foi o avô da criança quem foi receber a menina Pietra que voltava para casa em uma perua escolar quando o ex-PM chegou ao local, atirando contra ambos. Outra menina de 10 anos, irmã de Pietra, conseguiu fugir do atirador.

Pietra foi alvejada por três disparos. Ela e o avô morreram no local. A ex-mulher do criminoso não estava em casa no momento do crime.

O caso foi registrado no 53º Distrito Policial, do Parque do Carmo. A polícia apura e o crime teria sido motivado por vingança. Ele disse que tinha uma filha de cinco meses com a ex-namorada e que ela não deixava ele ver a criança. E que causava problemas com pensão alimentícia.

Crime em 2007
Kleber foi expulso da PM depois de matar uma outra ex-namorada em 2007. Segundo reportagem do ‘Extra’ em agosto de 2007, Kleber, então com 23 anos, matou com um tiro nas costas a namorada Juliana Bocato Guido, de 22 anos, dentro do apartamento onde ela morava com uma filha de quatro anos no Parque São Lucas, na Zona Leste de São Paulo.
Fonte: TV Globo, São Paulo

Deixe uma resposta