Corpo encontrado às margens da BR-376 é de jovem que sumiu em Colombo, diz IML

O Instituto Médico-Legal (IML) confirmou na tarde desta quinta-feira (2), que um corpo que foi encontrado às margens da BR-376, em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba, é da jovem Renata Larissa dos Santos, que havia desaparecido em Colombo em 27 de maio.

Segundo o IML, a identificação do corpo foi comprovada pela análise das digitais da vítima. Familiares de Renata estiveram no IML na tarde desta quinta-feira e também reconheceram o corpo como sendo da jovem.

Renata tinha 22 anos e trabalhava como atendente de loja em um shopping de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.

Policial suspeito

O policial militar Peterson Cordeiro é investigado por suspeita de envolvimento no caso, segundo a Polícia Civil. Ele foi preso suspeito de estuprar três mulheres em Curitiba.

Ele foi intimado a prestar depoimento sobre o caso na quarta-feira (1º) e, de acordo com o advogado responsável pela sua defesa, Eduardo Miléo, preferiu não responder a nenhuma das perguntas feitas.

Sobre a suspeita de estupro, o advogado afirmou ainda que o policial nega os crimes e diz que teve relação consensual com as mulheres.

Desaparecimento

A família de Renata afirmou que a jovem desapareceu depois de receber uma mensagem no celular e ir até o portão da casa onde morava. A irmã de Renata, Jocileia da Costa, disse que a jovem se encontrou com uma pessoa no portão.

Ainda conforme a irmã, a pessoa que se encontrou com Renata estava de carro, mas não estacionou o veículo na frente do portão. A irmã conta que, minutos depois, Renata desapareceu. (Rádio Web CP com texto e informações do G1 PR e RPC  Curitiba).

Deixe uma resposta