Alegando bullying, estudante atira contra colegas em escola no oeste do PR

Um estudante de 15 anos atirou na manhã desta sexta-feira, 18, contra colegas de classe no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, no oeste do Paraná.

Ele alegou que estava sofrendo bullying. Os tiros acertaram dois alunos. Um deles foi atingido nas costas e foi transferido para o hospital de Foz do Iguaçu.

O outro, de 18 anos, sofreu apenas um raspão na perna. O suspeito e outro menor que dava cobertura foram apreendidos e levados à Delegacia de Polícia.

O atirador, filho de agricultores, relatou aos policiais que vinha sofrendo bullying e tinha cinco alvos. Por isso, foi a escola decidido a praticar o ataque.

Com os dois foram apreendidos um revólver calibre 22, munição e uma faca. Segundo o delegado Denis Merino, houve um atentado, pois eles chegaram no estabelecimento de ensino com a arma e uma bomba que foi detonada no pátio.

Em uma carta encontrada na mochila de um dos suspeitos, o adolescente dizia que se sentia menosprezado e humilhado. os menores devem responder por dupla tentativa de homicídio. (Texto: Rádio Web CP com informações do G1 PR e RPC Foz do Iguaçu).

Deixe uma resposta